Linhas de Pesquisa

Etnologia, Etnicidade, Identidade e Política
 
Esta Linha de Pesquisa é composta por pesquisadores que desenvolvem estudos etnográficos das sociedades indígenas e das populações afro-indígenas, ‘tradicionais’ e afro-descendentes do Brasil, da América do Sul e do mundo atlântico. Pretende investigar os fenômenos étnicos e identitários, buscando relacioná-los com os contextos políticos e sócio-culturais.
 
Espaços urbanos, cultura e memória
 
Esta Linha de Pesquisa reúne projetos que investigam a construção e transformações de espaços urbanos e suas práticas socioculturais, com especial ênfase em suas linguagens e memórias. Relações entre história, política e direito são alguns elementos que nos auxiliam a justar o foco de análises sobre a constituição do espaço, de diferentes linguagens, em seus mais variados suportes, e da valorização da memória.
Religião e espaço público
 
Religião e espaço público
 
Os projetos desta Linha propõem estudar as expressões simbólicas e os comportamentos religiosos no âmbito dos espaços públicos, onde as variadas performances sociais dão suporte para o entrecruzamento de incontáveis manifestações de caráter laico e religioso.
 
Corpo, Sexualidades, Saúde e Saberes Terapêuticos
 
Os programas e projetos que compõem essa linha têm como objetivo estudar, através de seus projetos, as maneiras como o corpo é concebido, usado e cuidado em diferentes sociedades ou segmentos sociais, assim como as práticas rituais, terapêuticas e lúdicas, traduzidas nos cuidados do corpo frente aos estados considerados como agravos à saúde.
 
Arqueologia e Patrimônio
 
Os programas e projetos que integram a linha tem como foco de estudos o patrimônio material e imaterial produzido por populações pretéritas e atuais, a identificação, formação, proteção, preservação, guarda, musealização e socialização de acervos de bens culturais e naturais, tangíveis e intangíveis (tais como paisagens, projetos urbanos, edificações, monumentos, objetos, artefatos, saberes, ofícios, fazeres, memórias, representações sociais, expressões lúdicas, comemorações religiosas e laicas), seu emprego social, sua percepção e valoração – assim como investigar os procedimentos para valorização de itens e repertórios assim considerados e reconhecidos.